Se você já começou a trabalhar com e-mail Marketing, sabe a grande importância desta ferramenta. Não adianta nada criar um trabalho impecável de e-mail Marketing, aplicar as técnicas principais de Marketing Digital, se a mensagem não chega na caixa de entrada do lead. Aliás, você sabe por que isso acontece?

Existem vários motivos para que seu e-mail vá direto para a lixeira ou seja taxado como spam, o que pode arruinar todo seu trabalho de nutrição de leads. Por isso, resolvi enumerar 8 técnicas de e-mail Marketing que te ajudarão a garantir maior taxa de entrega. Confira o artigo!

 E-mail Marketing e-commerce

8 Técnicas de E-mail Marketing Para Começar a Usar Já

1 – Validar o Remetente

É uma das primeiras coisas que você precisa fazer para não ter seus e-mails levados diretamente para lixeira ou caixa de spam. Você precisa configurar o DKIM (Domain Keys Identified Mail), que nada mais é do que gerar uma assinatura legítima para autorizar o envio de seus e-mails. Desta maneira, os servidores poderão rastrear e liberar todo e-mail que você enviar.

A partir desta configuração DKIM, todo conteúdo da mensagem do e-mail são criptografados, principalmente o cabeçalho e título. Essa configuração gera uma assinatura única (DKIM-Signature), que torna seus e-mails autorizados pelos servidores de destino, fazendo com que eles caiam diretamente na caixa de entrada do destinatário.

2 – Definir os Servidores Responsáveis Para o Envio

Uma técnica que garante segurança para sua empresa e para o destinatário. Você precisa configurar o SPF (Sender Policy Framework), que nada mais é do que determinar os servidores que serão responsáveis pelo envio dos e-mails de sua empresa. Isso é muito importante, porque evita fraldes, onde outros servidores duvidosos poderão enviar e-mails em nome de seu domínio, caso você ainda não tenha definido o SPF.

Essa técnica garante também que os provedores de e-mail do destinatário identifiquem sua mensagem como legítima e com autorização para envio, não correndo riscos de cair na lixeira ou na caixa de SPAM.

3 – Limite de 30KB de Imagens

Se você costuma utilizar imagens em seus disparos de e-mail, é bom ter muita atenção e cautela neste ponto. Para otimizar o tempo de entrega, além de facilitar o download de sua mensagem em qualquer dispositivo do usuário, você precisa manter um padrão limite de 30KB em todo o corpo do e-mail.

Ao construir seu template, a soma de todas as imagens contidas nele deve estar dentro do limite máximo de 30KB. Isso faz com que sua mensagem seja recebida com mais facilidade, agilidade e também não seja barrada pelos servidores.

4 – Prefira Textos do Que Imagens

Um ponto interessante a se observar aqui, é quanto ao uso das imagens. Existem dispositivos mobiles, por exemplo, que pedem autorização do usuário para exibir as imagens contidas no e-mail. Sendo assim, você nunca saberá se sua mensagem foi realmente aproveitada por completo pelo destinatário.

Se ele não tiver o hábito de exibir as imagens dos e-mails, você estará perdendo grandes chances de vendas e conversões. O ideal é sempre mesclar conteúdo, imagem e botões CTA criados em HTML.

5 – Preview Web do E-mail

Nunca sabemos quais problemas podem surgir até que o e-mail chegue ao destinatário, e menos ainda quais serão as condições em que ele receberá sua mensagem. Problemas de download, nos servidores, no app, são inúmeros imprevistos que podem fazer com que sua mensagem não chegue corretamente nas mãos do seu lead. Sendo assim, disponibilize sempre uma versão web de seu e-mail, desta forma, caso o destinatário tenha problemas, ele poderá visualizar sua mensagem de qualquer maneira.

6 – Versões Diferentes de E-mail

Sim. Isso também é regra indispensável, se você quer atingir seu público em totalidade e que a entrega seja efetivada com sucesso. São vários formatos que seu potencial cliente pode consumir, mobile, versão texto ou versão web e você precisa adequar suas mensagens a estas versões.

É importante ressaltar aqui o uso de imagens na versão mobile, como já mencionei no tópico 4. A versão mobile precisa ser composta em HTML light, de preferência sem imagens pesadas e que contenha um conteúdo simples, curto e de fácil entendimento.

Outra coisa interessante, é trabalhar o assunto do e-mail levando também em conta os dispositivos móveis. Tente encurtar o assunto nas versões mobile de seus e-mails para que o destinatário possa entender melhor do que se trata, e você ainda pode aproveitar para criar estratégias mais assertivas e persuasivas.

7 – Personalize Seus E-mails

Quando um e-mail parte de um IP como envio em massa, os servidores já logo ficam em alerta e podem considerar spam. Ao personalizar seus e-mails com algum dado do destinatário como primeiro nome ou profissão, isso faz com que seus e-mails sejam descaracterizados como algo massificado e otimizam ainda mais a entrega de suas mensagens.

8 – Cuidado Com as Expressões Proibidas

Muita gente não sabe, mas os servidores de e-mail já possuem uma “lista” muito bem gravada de expressões reportadas como SPAM pelos usuários. Expressões como Grátis, Crédito, Assine já, Por apenas R$... ou qualquer palavra em caixa alta são automaticamente consideradas SPAM ao passarem nos testes ANTISPAM dos provedores de e-mail.

Portanto, fique atento e não coloque qualquer uma dessas palavras no assunto de seus e-mails.

Concluindo

Seja qual for sua estratégia de e-mail Marketing, você deve também pensar nestes pontos para que a entrega seja feita com sucesso, senão é trabalho perdido. Quanto mais você e sua equipe se colocam no lugar do destinatário, maiores serão as chances de desenvolver campanhas mais assertivas e objetivas.

Ao colocar em prática todas estas técnicas de E-mail Marketing, sua empresa poderá melhorar muito a taxa de abertura de e-mails, a taxa de conversão, cliques e ainda movimentar muito mais seu funil de vendas.

Você quer vender mais?

Agende uma conversa para falar sobre o seu projeto com um de nossos especialistas
Fale com um especialista
Siga nas redes sociais