SEO é uma ferramenta poderosa que pode fazer com que seu e-commerce receba vários visitantes, gere muitas conversões e vendas sem precisar investir muito. Normalmente a ferramenta SEO tem relação direta com o maior mecanismo de busca da atualidade, o Google.

Sendo assim, todas as buscas realizadas podem trazer destaque especial para sua empresa, não seria ótimo? Mas exige um empenho cuidadoso e meticuloso da equipe de Marketing Digital para que tudo isso aconteça.

Se você quer saber mais sobre SEO e como aplicar estratégias em seu e-commerce, separei algumas dicas imprescindíveis para você começar. Confira!

Mas Afinal, o Que é SEO Para E-commerce?

SEO nada mais é do que Search Engine Optimization, ou simplificando, otimização para mecanismos de pesquisa.

SEO significa atração orgânica, então pense comigo: Se sua intenção é partir pra atração orgânica nas buscas e pesquisas, então você deve na verdade fazer um conteúdo para os robôs do Google. Pois eles é que irão determinar se seu conteúdo é relevante o bastante para aparecer nas primeiras páginas do Google.

Atualmente os algoritmos do Google passaram por várias transformações e atualizações, afim de aumentar a eficácia dos fatores de ranqueamento para que todos tenham chance de mostrar seu trabalho.

Existe também aqueles que querem “passar a perna” no Google, e para evitar isso, os algoritmos penalizam páginas que não possuem boas práticas.

A otimização SEO garante então que seu site seja bem visto aos olhos dos robôs do Google. Garante também que seu site entre na lista de sites de conteúdo relevante para o consumidor, fazendo com que seu e-commerce fique bem ranqueado no Google.

Quais Otimizações SEO Meu E-commerce Precisa Ter?

1 – Escolha das melhores palavras-chave

O trabalho de SEO sempre irá começar com um bom diagnóstico de palavras-chave. É aqui que você saberá quem são seus concorrentes, o que eles estão fazendo e principalmente o que os consumidores estão buscando no Google.

A partir daí, você precisa adequar cada palavra-chave à sua estratégia de funil de vendas para campanhas.

Você precisa ter palavras-chave para o topo do funil, quando os consumidores só estão pesquisando por curiosidade, como as head tail, que são palavras únicas, mas de grande volume de buscas. Também deve conter palavras long tail, que são palavras-chave mais longas, ou seja, o comprador já sabe o que quer.

2 – Palavras-chave de modo estratégico em seu e-commerce

Depois de um diagnóstico completo de palavras-chave, é hora de montar uma estratégia para espalhar as melhores palavras-chave foco nas páginas de seu e-commerce.

É essencial que os títulos das páginas contenham as palavras-chave. O Google observa muito bem isso e entende qual é o foco de seu e-commerce.

Suas páginas também devem conter heading tags, que são marcações que indicam os títulos e intertítulos. Ex: H1: Título principal, H2: Primeiro intertítulo, H3: Segundo intertítulo e assim por diante.

3 – Tenha descrições nas suas páginas

Você pode observar que sempre que você pesquisa algo no Google ele aparece com o título e uma pequena descrição abaixo.

É importante que todas suas páginas contenham essa meta description, que é uma descrição de apenas 160 caracteres. Nesta descrição você pode usar a criatividade e até criar um pequeno anúncio para persuadir o consumidor a clicar em seu link.

4 – Aproveite o poder das imagens

As imagens também fazem parte da otimização SEO para e-commerce. Elas devem ser bem chamativas, de qualidade e conter também a palavra-chave em sua descrição.

Quando os consumidores pesquisam produtos ou serviços no Google, eles também pesquisam na aba imagens. E se suas imagens conterem as palavras-chave buscadas, certamente elas terão maior destaque e trarão muito mais tráfego para seu e-commerce.

4 – De olho na estrutura da URL das páginas

Quando inserimos um conteúdo em nosso site, automaticamente ele gera uma URL para este conteúdo. No entanto, vale ter cuidado com essa URL automática. Normalmente elas ficam muito extensas e confusas. Seu trabalho é deixar a URL mais curta e objetiva possível, contendo a palavra-chave, a categoria e o assunto foco.

A URL de cada conteúdo ou página é outro excelente ponto de ranqueamento do Google, que já consegue reconhecer o assunto principal que seu site aborda.

5 – Linkbuiding

 Já ouviu falar de linkbuilding? É uma estratégia de linkagem interna que fazemos para ganhar maior relevância de conteúdo em nosso site. E claro, é também um dos principais pontos que o Google analisa.

Você precisa desenvolver uma estratégia em que páginas que tenham menos acesso sejam linkadas em uma página com maior autoridade. Desta forma, o Google entende que estas páginas também são relevantes dentro do seu site.

6 – A descrição dos produtos também é importante

A descrição de produtos além de ajudar aumentar suas vendas, dando mais credibilidade para os consumidores, também é um fator que agrada a análise do Google.

Todas as páginas de produtos devem conter uma pequena descrição e as palavras-chave que você escolheu. Sempre mantendo aquele padrão de títulos e intertítulos bem estruturado. Vale criar uma boa estratégia para aproveitar o máximo de palavras-chave fortes em todo conteúdo de seu site para garantir muitas visitas orgânicas.

7 – Como está o carregamento de seu site?

Outra coisa importantíssima é a velocidade de seu site. Ele não pode ser muito pesado para que não aconteça erros, o visitante tenha uma experiência ruim e o Google desaprove seu site.

Como eu já disse, o Google quer que os usuários tenham a melhor experiência possível na navegação, por isso vive melhorando os algoritmos.

Sendo assim, um dos requisitos para ser aprovado pelos robôs do Google é apresentar um carregamento rápido, tanto que no próprio site do Google você pode encontrar uma ferramenta que analisa a velocidade do seu site e também dá dicas para melhorar a performance.

Concluindo

Fazer SEO para e-commerce é um trabalho contínuo e que requer muita atenção às mudanças repentinas dos algoritmos. Existem ainda muito mais fatores SEO que um site deve conter para que seja reconhecido como relevante, listei aqui os mais básicos e menos complexos que você já pode ir aplicando.

Nunca deixe de investir em otimização para seu site, é um investimento que lhe trará um lucro sucessivo ao longo do tempo e isso vale muito mais do que qualquer investimento.

Tente sempre pensar em como você pode melhorar seu e-commerce para que seus visitantes tenham a melhor experiência. E para isso, vale até fazer algumas pesquisas com quem já comprou.

Fazer SEO é estreitar a relação com o consumidor e garantir boa reputação para sua marca. Invista hoje mesmo!

Você quer vender mais?

Agende uma conversa para falar sobre o seu projeto com um de nossos especialistas
Fale com um especialista
Siga nas redes sociais