Com o inbound marketing em enorme crescimento em todos os segmentos, fica clara a importância de uma estratégia bem planejada, desde o posicionamento, análise de mercado, análise da base, perfil ideal de clientes, personas, palavras-chave, nuvem de conteúdo, SEO, jornada de compra, automações, fluxos de entrada, lead scoring, links patrocinados, site inbound e KPIs.

Posicionamento

Podemos trabalhar o propósito, arquétipos, ferramentas de conceituação, canvas, brand voice, brand persona, etc.

Análise do mercado

Busca de concorrentes diretos, indiretos, internacionais, como se vendem, como se comunicam, principais features/características, discurso, etc.

Análise da base

É fundamental conhecer qual é o seu público-alvo, buscar o máximo de características da base e cruzar de forma estatística para encontrar os denominadores comuns e definir o perfil ideal de cliente. Sejam os mais rentáveis, o público que conversa melhor com o propósito da empresa, ou ambos.

Perfil ideia de cliente (ICP)

Deixar claro para todos os perfis do cliente que está mais por dentro do fit da empresa, aquele que apresenta um ciclo de venda menor, menos taxas de inadimplência, maiores possibilidades de upsell, etc.

Personas

Logo após sabermos qual é o perfil ideal de cliente, é necessário mapear quem são os decisores e influenciadores para que os conteúdos de atração e nutrição sejam estruturados com esse foco.

Palavras-chave

É essencial elencar as palavras-chave que a empresa precisa que apareça no resultado de busca dentro de buscadores, como o Google. Em seguida, pesquisar o volume de busca para cada uma delas e o nível de dificuldade de ranqueamento.

Radar de palavras/nuvem de conteúdo

Quando temos as palavras-chave escolhidas (devem ser poucas inicialmente, cerca de 3), recomendamos buscar as semânticas e as de cauda longa para que sejam definidos e produzidos os conteúdos de forma a gerar relevância para as principais.

SEO

Os conteúdos devem ser todos otimizados, de forma que contemplem as exigências dos buscadores para melhor ranqueamento e consequente posicionamento e atração orgânica. Seja a existência de link building, um mínimo de palavras por conteúdo, o número de carácteres das meta descrições, repetição de palavras, etc.

Jornada de compra por persona

A jornada de compra deve ser feita levando em conta suas etapas, com conteúdos que permeiem o interesse do lead em cada uma delas de acordo com o propósito e sua tomada de decisão: aprendizado e descoberta, reconhecimento do problema, consideração da solução e decisão de compra.

Automações

A automatização de processos reduz consideravelmente erros, já que não há a intervenção humana, o que acelera a condução do lead pelo funil de marketing. Pensando na experiência e educação do lead, há um ganho de eficiência considerável quando há um sistema parametrizado, especialmente tratando de qualificação.

Fluxos de entrada

De acordo com o site, é necessário definir quais serão os pontos de conversão do lead, além de ser importante continuar pensando na experiência dele, por meio de auto respostas, sempre que houver interação.

Lead scoring

Atribuir uma pontuação aos leads de acordo com o seu perfil é muito rico. Este processo dá ganhos operacionais fantásticos, uma vez que é possível identificar quem está dentro do perfil de interesse para compra e interagindo com a empresa. O comercial aumenta muito seu leque de oportunidades porque não precisa esperar para fazer contato somente com os leads que levantam a mão. Detalhar como funcionará a lógica do lead scoring.

Site inbound

O formato do site deve ser pensado de acordo com o storytelling do propósito da marca e do caminho que espera-se que o visitante percorra. É primordial que seja responsivo e que contenha um formato estruturado para o inbound marketing, por meio de canais para atração de leads: com CTAs, formulários, etc. Lembre-se, se o site é ruim, a empresa é ruim, seu site precisa ser matador.

KPIs

Após a fase de planejamento, buscam-se indicadores para monitoramento com foco em constante melhorias do processo e geração de leads. Sem acompanhamento o projeto não evolui.